Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/55
Título: Da mulher cantada ao canto da mulher
Título(s) alternativo(s): imagens femininas na MPB
Autor(es): Miranda, Kathia Maria
Palavras-chave: Pós-LITERATURA, MEMÓRIA CULTURAL E SOCIEDADE
Discrimnação de sexo contra mulheres
Mulheres - Canções e músicas - História e crítica
Data do documento: 2005
Orientador(a): Rita Maria de Abreu Maia
Resumo: Nas enigmáticas notas de uma canção e nas imbricações das lutas diárias, depara-se, constantemente, com nomes de mulheres embalando o cotidiano. Propõe-se, neste trabalho, tecer considerações acerca de imagens do feminino em músicas da MPB para indagar sobre que imagem ou representação social o uso de nomes de mulheres nas cantigas delineia, e analisar a presença da mulher cantada e encantada nas escalas do “dó” e do social brasileiro. O mote foi dado pelo poema de Mário Lago para o samba de Ataulfo Alves “Ai, que saudades da Amélia!”, cuja imagem de mulher, nele representado, tornou-se emblemática por algumas décadas na vida brasileira. As demais letras de canções aqui abordadas foram escolhidas por possuírem em seu título um nome de mulher, assinadas por um sujeito historicamente masculino. O poema canção, entretanto, que encerra este trabalho dissertativo, configura-se como contraponto por se constituir voz feminina, autoral, que se faz sujeito da escrita autora, de seus desejos e de suas ações no comando das relações amorosas.
URI: http://bd.centro.iff.edu.br/xmlui/handle/123456789/55
Aparece nas coleções:Pós-graduação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Texto.pdf541,07 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.