Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/1950
Título: O léxico campista
Título(s) alternativo(s): marcadores identitários e culturais em textos jornalístico-literários
Autor(es): Marques, Williane de Sá
Palavras-chave: Léxico
Identidade cultura - Campos dos Goytacazes
Data do documento: Dez-2017
Editor: Thiago Soares de Oliveira
Resumo: This article, which is part of the research line "Communication and Culture" of the Post-Graduation in Literature, Cultural Memory and Society of the Federal Fluminense Institute of Education, Science and Technology campus Center in the city of Campos dos Goytacazes, discusses the concepts of lexicon, culture and identity from words and expressions present in the vocabulary of the population of Campos dos Goytacazes, a municipality located in the northern region of the State of Rio de Janeiro. To do so, we used the lexical samples contained in the chronicles of the journalist and writer who was born in Campos Winston Churchill Rangel published in the books Cerca Lourenço e outras histórias (1987), Peixaria do Herval e outros leros (1990) and O esculhambador geral e particularidades relativas a outros assuntos (2007); samples cataloged in A linguagem da Baixada Goytacá (1992), of the philologist also natural from Campos, Álano Barcelos. The choice for the chronic as corpus of the research is given as a hybrid textual genre between journalism (factual) and (fictional) literature, which contributes to the reflection about the socio-historical reality that is manifested through language writing. In this sense, through the analysis methodology presented by Marconi and Lakatos (2010), the purpose of this paper is to present the formal (dictionary) and informal meanings of these words and, thus, to discuss how to construct, maintain and design the identity and campers at the lexical level.
Descrição: Este artigo, que se insere na linha de pesquisa “Comunicação e Cultura” da Pós-Graduação em Literatura, Memória Cultural e Sociedade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense campus Campos Centro, discorre sobre os conceitos de léxico, cultura e identidade a partir de palavras e expressões presentes no vocabulário da população de Campos dos Goytacazes, município situado na região norte do Estado do Rio de Janeiro. Para isso, recorreu-se às amostras lexicais contidas nas crônicas do jornalista e escritor campista Winston Churchill Rangel publicadas nos livros Cerca Lourenço e outras histórias (1987), Peixaria do Herval e outros leros (1990) e O esculhambador geral e particularidades relativas a outros assuntos (2007); amostras essas catalogadas em A linguagem da Baixada Goytacá (1992), do filólogo também nascido em Campos, Álano Barcelos. A escolha pela crônica como corpus da pesquisa dá-se por ser esta um gênero textual híbrido entre o jornalismo (factual) e a literatura (ficcional), o que contribuiria para a reflexão acerca da realidade sócio-histórica que é manifestada por meio da linguagem escrita. Nesse sentido, por meio da metodologia de análise apresentada por Marconi e Lakatos (2010), o intuito deste trabalho é apontar os significados formais (dicionarizados) e informais dessas palavras e, assim, discutir como se constroem, mantêm e projetam as marcas identitárias e culturais dos campistas no nível lexical.
URI: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/1950
Aparece nas coleções:Pós-graduação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Texto.pdf505,45 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.