Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/516
Título: Realidade socioeconômica de ex-trabalhadores das usinas de Campos dos Goytacazes no assemtamento "Che Guevara"
Autor(es): Colucci, Mario Celso
Ramos, Sérgio Luiz de Souza
Palavras-chave: Reforma agrária - Campos dos Goytacazes (RJ)
Assentamentos rurais
Movimentos rurais
Movimentos sociais
Data do documento: 20-Dez-2010
Abstract: Among the characteristics of the formation of Brazil territory the concentration of land historically conditioned since the 1500s, when began the conquest of territory by the Portuguese; this resulted in social and territorial exclusion of large population, which, through the first half of the twentieth century, had denied access to land by public policy groups and the leaders of the country, in the final years of Military Dictatorship, the struggle for land gains greater representation in the national context from the organized social movements, the state is pushed to the adoption of public policies directed to the socioeconomic development of the landless population by restructuring the country's land, as happened in several regions of Brazil, since 1985, due to the territorial dimension and the existence of large number of estates, since then, land reform was effected in the municipality of Goytacazes on land belonging to former sugar mills that have gone bankrupt, leaving thousands of workers unemployed, so, seeks to analyze the socioeconomic status of former workers of these plants that are living in the settlement "Che Guevara" located east of the city.
Resumo: Dentre as características da formação do território brasileiro destaca-se a concentração de terras historicamente condicionada desde 1500, quando foi iniciada a conquista do território pelos colonizadores portugueses; isto resultou na exclusão social e territorial de grande parte da população, a qual, até a primeira metade do século XX, tinha o acesso à terra negado pelas políticas públicas e pelos grupos dirigentes do país; nos anos finais da Ditadura Militar, a luta pela terra ganha maior representação no contexto nacional a partir dos movimentos sociais organizados; o Estado é pressionado à adoção de políticas públicas direcionadas ao desenvolvimento socioeconômico da população sem-terra por meio da reestruturação fundiária do país, como aconteceu em diversas regiões do Brasil, a partir de 1985, em decorrência da dimensão territorial e da existência de grande número de latifúndios; de lá para cá, a Reforma Agrária foi efetivada no município de Campos dos Goytacazes em terras pertencentes a antigas usinas de açúcar que faliram,deixando milhares de trabalhadores desempregados; por isto, busca-se analisar a situação socioeconômico de ex-trabalhadores dessas usinas que estão vivendo no assentamento “Che Guevara” localizado a leste do município.
URI: http://bd.centro.iff.edu.br/xmlui/handle/123456789/516
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Cursos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Documento.pdf3,36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.