Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/2141
Título: Impropérios
Título(s) alternativo(s): o léxico proscrito - análise funcional, lexicográfica e semiótica
Autor(es): Auatt, Francyne Wigand
Reis Júnior, Marco Aurelio Pereira
Palavras-chave: Semiótica
Data do documento: Out-2018
Resumo: Este trabalho tem por objetivo investigar, sob a ótica da funcionalidade discursiva, da lexicografia e da semiótica, os motivos pelos quais os impropérios ou palavrões, costumam ser excluídos das gramáticas tradicionais e pedagógicas, assim como da maioria dos estudos linguísticos, e, muito embora lembrados em nossos vernáculos, surjam nas obras dessa natureza de maneira marginalizada e/ou reducionista, uma vez que tratados como meros veículos de ofensas e xingamentos, cujo emprego poria em xeque a educação e a decência dos falantes que, intrépidos, atrevem-se a incluir esse grupo de palavras em suas escolhas lexicais. Muito antes de pretender apresentar-se como um documento de apologia à utilização indiscriminada dos impropérios – o que, para nós, não serviria a outro propósito que não o de esvaziar o enorme potencial significativo dessas palavras - este trabalho objetiva defender o ponto de vista da naturalização do uso e do estudo dos palavrões que, como qualquer outra palavra da língua portuguesa, podem ser empregados adequada ou inadequadamente, a depender do contexto discursivo que se apresenta.
URI: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/2141
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Cursos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Texto.pdf12,05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.