Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/2089
Título: O desafio do docente de geografia na inclusão do aluno com deficiência visual na sala de aula
Título(s) alternativo(s): uma proposta metodológica inclusiva para o desenvolvimento de recursos didáticos adaptados ao sentido do tato através da cartografia tátil
Autor(es): Monteiro, Beatriz Gomes de Souza
Gomes, Sirlene Nunes do Rosário
Palavras-chave: Geografia – Estudo e ensino
Professores de geografia – Formação
Deficientes visuais – Inclusão escolar
Deficientes visuais – Educação
Data do documento: 2010
Editor: Linovaldo Miranda Lemos
Descrição: Atualmente, vive-se um momento cultural contrário à discriminação, e consequentemente, cresce a demanda por uma sociedade inclusiva. Nessa mesma lógica, esta pesquisa privilegia os estudos sobre Educação Especial, referente ao direito de acesso e permanência de alunos com necessidades educativas especiais, nas escolas de ensino regular. Advoga-se que a inclusão, para além de um direito conquistado, é uma questão de cidadania. Por isso, o presente trabalho tem como objeto de análise, o preparo dos professores para promover a inclusão e o desafio do docente de geografia no ensino com mapas para alunos com deficiências visuais. Defende-se a importância do ensino com mapas nas aulas de Geografia, visto que esta ciência se preocupa com a organização do espaço. Logo, a pesquisa se fundamenta na proposta metodológica de ensino com mapas através dos pressupostos da Cartografia Tátil. Para tanto, realizou-se uma análise da legislação sobre a inclusão e um levantamento bibliográfico sobre o ensino de mapas para alunos com deficiências visuais. Propôs-se a construção manual e aplicação de um mapa tátil, como um recurso didático inclusivo nas aulas de geografia e realizaram-se entrevistas estruturadas aos professores da rede de ensino público e privado das diferentes ciências, focando o preparo dos docentes para o ensino numa escola inclusiva. Através da aplicação da metodologia proposta, confirmou-se a eficácia da cartografia tátil, como importante método de ensino para alunos com deficiências visuais e do despreparo dos profissionais de ensino das diferentes ciências para atuar na promoção de espaços educativos inclusivos, constatou-se a necessidade de um melhor preparo dos professores para que se tenha uma escola de fato democrática.
URI: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/2089
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Cursos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Texto.pdf3,86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.