Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/1658
Título: Uma abordagem de comparação de modelos comportamentais de aplicações para apoio á manutenção de software
Autor(es): Alecrim, Rennan Nunes
Palavras-chave: Engenharia de software
Software – Manutenção
Data do documento: 2008
Editor: Vasconcelos, Aline Pires
Resumo: Software maintenance usually consumes about 60% of the .budget of software development in enterprises. The most common types of maintenance are the evolutive and adaptive. Information about modified artifacts during a maintenance must be registered in order to allow evaluating the impact of future maintenances. In the case of existent systems that are already implemented and updated without up-to-date documentation, usually named legacy systems, reverse engineering can help in the recovery of this information. It allows revealing points in the code where a use case scenario is implemented. Through the extraction of behavioral models representing two or more scenarios of the same use. case in different software versions or similar use cases, it is possible to discover whereia specific functionality is implemented or if it has suffered adaptative or evolutive maintenance between software versions, detecting the impacts of a past maintenance. Although it is not always possible to trace the maintenance's rationale, this analysis can help in revealing points where use cases use to be modified. Thus, this work proposes an approach for the comparison of behavioral models for existing lava systems that represent use case scenarios, aiming at supporting systemmaintenance. A tool for the comparison of models representing method calls for use cases is developed. It uses as input XML files generated by tools of binary code instrumentation, providing through algorithms of difference calculation, i.e, DifJ, the modifications between use case scenarios.
Descrição: A manutenção de software usualmente consome cerca de 60% do orçamento de desenvolvimento em empresas, sendo os tipos de manutenção mais comuns a evolutiva e a adaptativa. Informações sobre artefatos modificados em uma manutenção devem ser registradas, objetivando a avaliação do impacto de futuras manutenções. No caso de sistemas já implementados e sem diagramas atualizados, denominados, em geral, sistemas legados, a engenharia reversa pode auxiliar na recuperação destas informações, revelando pontos no código onde um cenário de caso de uso é implementado, ou ainda se o mesmo sofreu manutenção adaptativa e/ou evolutiva entre suas versões. Extraindo se a diferença entre dois ou mais cenários de um mesmo caso de uso entre diferentes versões de um software, ou casos de uso similares, por meio dos modelos comportamentais que os representam, é possível descobrir onde uma funcionalidade é implementada ou ainda os impactos de uma manutenção passada. Ainda que nem sempre seja possível rastrear a razão da manutenção, esta análise pode apoiar a detecção de pontos onde os casos de uso costumam s.er modificados. Desta forma, este trabalho propõe uma abordagem de comparação de modelos comportamentais que representem cenários de casos de uso para sistemas Java existentes, visando apoiar a sua manutenção. Uma ferramenta para preparação dos modelos que representem chamadas de métodos referentes à execução dos casos de uso é desenvolvida. Ela utiliza como fonte de entrada arquivos XML gerados por ferramentas de instrumentação de código binário, gerando, através de algoritmos de cálculo de diferença, i.e. Diff, alterações entre os cenários.
URI: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/1658
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Cursos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Resumo.pdf704 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Abstract.pdf720,43 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.