Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bd.centro.iff.edu.br/jspui/handle/123456789/1066
Título: Reducionismo e emergentismo
Título(s) alternativo(s): Posicionamento de professores de física e química do IFF Fluminense e da UENF
Autor(es): Silva, Liana Genuncio
Palavras-chave: Química - Estudo e ensino
Reducionismo
Emergentismo
Abordagem interdisciplinar do conhecimento na educação
Data do documento: 16-Abr-2015
Abstract: The reductionism and the emergentism characterized, at the same time, as antagonistic and complementary philosophies inserted in the natural sciences, especially Physics and Chemistry. The reductionism seeks to understand the dynamics of a system through the study of its constituent parts and interactions between those parties. Already emergentism assumes not be possible to understand the behavior of a complex system by studying the behavior that parts exhibit when they are isolated or when they are as parts of simpler systems, it is because, according to the emergentist point of view, the system itself as a whole influences the behavior its subsystems. The main objective of this research was to analyze the position of teachers of Physics and Chemistry of IFFluminense’s and UENF’s graduation in relation to the theoretical perspectives of reductionism and emergentism. To gain this objective, an intense bibliographic study was performed and also a questionnaire with short texts, called assertives, was prepared. In these assertives, the aforementioned teachers indicated their positions through levels of agreement, which varied of “strongly agree” until “strongly disagree”, and they developed comments as justification of their appreciation. The collected data were analyzed in terms of levels of agreement percentage in each statement, and the comments prepared by the teachers were analyzed qualitatively through Textual Analysis Discourse. The results indicated that teachers involved in this research had a higher tendency of acceptance of emergentists ideas defended in the questionnaire’s assertives.
Resumo: O reducionismo e o emergentismo caracterizam-se, ao mesmo tempo, como correntes filosóficas antagônicas e complementares inseridas nas Ciências Naturais, especialmente Física e Química. O reducionismo busca entender a dinâmica de um sistema por meio do estudo de suas partes constituintes e interações entre as referidas partes. Já o emergentismo assume não ser possível entender o comportamento de um sistema complexo somente pelo estudo do comportamento que suas partes exibem quando isoladas ou como partes de sistemas mais simples, isto porque, do ponto de vista emergentista, o próprio sistema como um todo influencia no comportamento de seus subsistemas. O principal objetivo desta pesquisa foi analisar o posicionamento de professores de Física e Química de Licenciaturas do IFFluminense e UENF, em relação às perspectivas teóricas do reducionismo e emergentismo. Para alcançar este objetivo, foi realizado um intenso estudo bibliográfico e foi elaborado um questionário com textos curtos, denominados assertivas. Nestas assertivas, os referidos docentes posicionaram-se por meio de níveis de concordância, variando de “muito de acordo” até “muito em desacordo”, além de elaborarem comentários como justificativas de sua apreciação. Os dados coletados foram analisados em termos de percentual de níveis de concordância em cada assertiva, e os comentários elaborados pelos docentes foram analisados qualitativamente por meio da Análise Textual Discursiva. Os resultados obtidos indicaram que os docentes envolvidos na pesquisa apresentaram uma maior tendência de aceitação das ideias emergentistas defendidas nas assertivas do questionário.
URI: http://bd.centro.iff.edu.br/xmlui/handle/123456789/1066
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Cursos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
REDUCIONISMO E EMERGENTISMO POSICIONAMENTO DE PROFESSORES.pdf1,92 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.